Porto Alegre

Mulher é encontrada morta dentro de casa em Porto Alegre

Vítima tinha 28 anos, e crime ocorreu no bairro Jardim Carvalho.

31/08/2019 18h54
Por: Redação Sou de Canoas
Fonte: Correio do Povo
363
Se confirmar as suspeitas da polícia e da vizinhança, o caso engrossa a lista gaúcha de feminicídios no RS, o terceiro colocado em crimes deste tipo no país | Foto: Guilherme Almeida
Se confirmar as suspeitas da polícia e da vizinhança, o caso engrossa a lista gaúcha de feminicídios no RS, o terceiro colocado em crimes deste tipo no país | Foto: Guilherme Almeida

Uma mulher de 28 anos foi encontrada morta em casa, nesta sábado, na rua Comendador Eduardo Secco, bairro Jardim Carvalho, em Porto Alegre. O pai da vítima contatou a Brigada Militar pelo telefone 190, por volta das 10h, após se deparar com o seu corpo já sem vida. Havia sinais de violência. A causa da morte foi asfixia. O principal suspeito pelo crime é o companheiro, que já tem contra si um registro de ameaça feito pela vítima, ainda no mês de agosto, na 13ª Delegacia de Polícia, que investigará o caso.

Na rua onde o possível feminicídio ocorreu, o silêncio e o medo de falar. “Era uma pessoa amiga da gente, tranquila. Mas não sabemos como é a vida de cada um, não é?”, disse um vizinho, que não quis se identificar. O clima era de consternação. “O que sabemos é o que o senhor sabe”, despista outro morador da região. O suspeito está desaparecido, segundo a Brigada Militar. Os nomes do casal não foram divulgados.

Se confirmar as suspeitas da polícia e da vizinhança, o caso engrossa a lista gaúcha de feminicídios no Rio Grande do Sul, o terceiro colocado em crimes deste tipo no país, só perdendo para Minas Gerais e São Paulo. A maioria massiva destes assassinatos são cometidos por companheiros ou ex-companheiros da vítima.

Quer fazer parte do grupo do portal Sou de Canoas no WhatsApp? Chame no WhatsApp: (51) 8419-1295

Curta também nossa página no Facebook, assim você fica sempre atualizado com as últimas notícias de Canoas e toda a região Metropolitana.

Sou de Canoas no Facebook: https://www.facebook.com/soudecanoas

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.