Detentos

Detentos de Canoas assistem a "Nada a Perder 2"

Exibição do filme ocorreu no Complexo Penitenciário na tarde desta terça-feira.

28/08/2019 08h03
Por: Redação Sou de Canoas
Fonte: Correio do Povo
290
Filme foi exibido no Complexo Penitenciário de Canoas na tarde desta terça-feira | Foto: Ricardo Giusti
Filme foi exibido no Complexo Penitenciário de Canoas na tarde desta terça-feira | Foto: Ricardo Giusti

O Complexo Penitenciário de Canoas viveu uma tarde diferente hoje, com a exibição do filme "Nada a Perder 2". Em uma atividade chamada Cinema Solidário, detentos da Penitenciária Estadual de Canoas (Pecan IV) assistiram a história que conta a trajetória do bispo Edir Macedo. As galerias E e F, onde foram instalados telão e sistema de som, foram escolhidas para passar o filme. Na primeira sessão, 128 detentos ocuparam mesas e colocaram cadeiras próximas à tela para ver o longa-metragem, que tem duas horas de duração, e mostra a história do fundador da Igreja Universal a partir do dia em que saiu da prisão, em 1992, até a realização de um grande sonho: a inauguração do Templo de Salomão, em São Paulo, em 13 de julho de 2014.

Entre aplausos e abraços, os 256 detentos das galerias E e F celebraram o final das duas sessões do filme com uma oração. Coordenador da Universal nos presídios, pastor Vinícius Costa de Oliveira explica que o Cinema Solidário é uma das atividades desenvolvidas nos presídios como forma de contribuir para a ressocialização dos detentos. "Muitos se identificam com a história do bispo Macedo", destaca. Conforme Oliveira, cursos e palestras também são oferecidos com frequência no local, que tem normas rígidas e boa infraestrutura para abrigar os detentos. "Todos têm uma história até chegar aqui, mas todos podem reescrevê-la a partir da saída do presídio", afirma. 

Oliveira lembra que no ano passado, quando foi lançado "Nada a Perder 1", três presídios gaúchos exibiram a película - num total de mil detentos. Para a sequência do filme, a ideia é possibilitar a veiculação da obra nos principais presídios do Rio Grande do Sul, totalizando 15 casas prisionais. "A previsão é de que até 6 mil internos consigam assistir o filme", afirma. O pastor Alexandre Duarte, que faz trabalho social em Canoas, explica que a Pecan IV foi a unidade gaúcha escolhida para exibir o filme pela primeira vez. "Depois vai ser passado no Cadeia Pública (ex-Presídio Central), em Charqueadas, e outros presídios. Este aqui foi o primeiro, com duas sessões", destaca. Em outubro, o filme deve ser rodado nas unidades II e III da Pecan.

Ao destacar a iniciativa de exibir o filme, o diretor-geral da Pecan, Jorge Carlos Pereira da Silva, frisa que o trabalho desenvolvido no local visa a ressocialização dos presos norteado pelo tratamento penal. "Situações como essa, de sessão de cinema, contribuem muito nesta questão de tornar nossa missão de devolver esse ser humano um pouco melhor para a sociedade do que a sociedade nos entregou", compara. Para Silva, o acesso à cultura é importante para a população carcerária. "Pergunto à sociedade, que ser humano tu quer frequentando a padaria que tu vai, passando na frente da tua casa, na rua da escola do teu filho? Tu quer um ser humano melhor, e é isso que é nosso trabalho", completa.

Silva garante que a experiência da exibição do Nada a Perder 1 foi bem sucedida e teve 'aceitação muito boa'. O objetivo é atender todas as galerias da Pecan de Canoas, cujo complexo é formado por três unidades prisionais: Pecan II, Pecan III e Pecan IV. Ao todo, são cerca de 2,2 mil internos. "Tanto é que agora com o Nada a Perder 2 vamos tentar atingir um número bem maior de internos, tentar chegar a 800 internos que possam ter oportunidade de assistir pela primeira vez. 

Preso há um ano e três meses na Pecan IV, que abriga 789 detentos, L.F.L.S, de 26 anos, está prestes a deixar a cadeia. Ele afirma que se identificou com a história e que passou a frequentar cultos dentro da Pecan."Minha vida mudou muita coisa. Da galeria, somos 128. Mais da metade vêm nos cultos, participa. Muitos já falam em largar o crime e continuar seguindo na vida da igreja", destaca. Outro detento, A.J, 35 anos, aprovou a sequência do filme, que conta a 'história de superação, de fé, de amor pelas pessoas, pelas almas'. "Assistir o filme, para mim, foi uma inspiração de vida pelo fato de eu já ter assistido quatro vezes o Nada a Perder 1 e agora Nada a Perder 2", completa.

Quer fazer parte do grupo do portal Sou de Canoas no WhatsApp? Chame no WhatsApp: (51) 8419-1295

Curta também nossa página no Facebook, assim você fica sempre atualizado com as últimas notícias de Canoas e toda a região Metropolitana.

Sou de Canoas no Facebook: https://www.facebook.com/soudecanoas

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
CanoasCanoas - RS Canoas é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul, pertencente à mesorregião Metropolitana de Porto Alegre e à microrregião de Porto Alegre.
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas